logo teologia nordwste

Hermínio Canova

 

 

Identidade da Escola:

 

* Missionária por excelência, no espírito de uma Igreja em saída, testemunhando os valores do Reino de Deus.

* Lugar onde homens e mulheres aprendem a ser discípulos e discípulas de Jesus e se respeitam e crescem na confiança, amizade e companheirismo.

* Inspirada no Concílio Vaticano II e suas aplicações na América Latina e no Brasil.

* Acolhedora da proposta pedagógica e teológica de Pe. Comblin.

* Oportunidade de aprendizado a escutar o grito da Criação e o grito dos Pobres, a conhecer suas causas e procurar de modo articulado resposta para esses gritos.

* Voltada para o cuidado com a vida, a preservação do meio ambiente a partir dos pobres.

 

* Ponto de partida para um processo de formação permanente.

 

 

 

Identidade dos missionários e das missionárias:

 

Chamados e chamadas a serem:

* Pessoas de fé e comprometidas com a vida e a luta do Povo.

* Participantes das suas comunidades, celebrando nelas sua Fé e Esperança.

* Em diálogo com suas igrejas particulares e com autonomia para propor e construir espaços e ações de intervenção social, política e eclesial.

* Pessoas abertas ao ecumenismo, ao novo e ao diferente seguindo o exemplo de Jesus.

* Pessoas capazes de se organizarem no estudo, na oração, na convivência e no trabalho, unidas na partilha da Palavra e do Pão.

 

 

 

Metodologia da Escola:

 

* Acolhe pessoas com idade adequada e abertas às experiências das comunidades e da missão.

* Exige convivência comunitária nas várias etapas de formação.

* Baseia-se em 4 pilares: oração, estudo, convivência e trabalho.

* Educa para a auto avaliação e para o pensamento crítico.

* Propõe tarefas e estudos para o tempo presencial e para o tempo comunidade.

* Realimenta a vida e a missão dos missionários e das missionárias e dos membros da Escola através de encontros anuais.

* Renova seus quadros de educadores e educadoras, de coordenadores e coordenadoras pela inclusão de outras pessoas, sobretudo aquelas que passaram pela formação da Escola.

 

(texto elaborado e aprovado pela Assembleia das “Escolas de Formação Missionária Pe. José Comblin”, Carnaíba do Sertão-Juazeiro, BA, em Maio de 2019).

 

 

 

 

A Escola de Formação Missionária é um projeto ousado para os dias de hoje. Na cultura atual tudo é “líquido”; é difícil de se consolidar uma experiência formativa, pois tudo é rápido e passageiro, e tudo dura pouco tempo. Esta Escola há quase 30 anos vem formando leigos e leigas, animadores e animadoras de comunidades cristãs de diferentes igrejas, agentes pastorais e militantes sociais; formação humana e cristã, com conteúdos e pedagogia bem precisos, permanentemente avaliados e atualizados.

 

Não é , mas esta Escola poderia ser considerada uma “Universidade do Povo de Deus”, uma “universidade de Formação Missionária”,. O Curso tem uma duração de 4 anos, e termina com um reconhecimento comunitário e atestado de curso. O mais importante, porém, é o envio para a missão e para a militância; aqui o processo de formação continua com atividades e encontros de “acompanhamento”. Tal acompanhamento às missionárias e aos missionários garante e aprofunda o processo de formação.

 

A Escola, portanto, orienta para uma Formação permanente: se entra na formação e não se sai mais, se começa um processo de formação que nunca termina. São 4 anos de Curso, sendo um mês ao ano de tempo presencial, de estudo e de convivência, e o outro tempo é de estudo e prática missionária em casa e na comunidade ou movimento.

 

Mas o Curso é só um momento do processo de formação. O mais importante é depois do Curso, quando acontece o acompanhamento dos missionários e missionárias atuando em suas áreas.

 

O processo formativo começa com o Curso e continua na vida e na prática de trabalho nas comunidades ou movimentos pastorais, tendo sempre a Escola e a teologia de Comblin como referências.

 

Pode-se pensar, então, que a Escola tem dois grandes “círculos de Formação”: o primeiro círculo é o próprio Curso de 4 anos com a preparação e motivação dos candidatos/as, com o desenvolvimento dos estudos até a conclusão ou formatura. O segundo círculo formativo desta Escola é representado pela dinâmica e pelas atividades de acompanhamento de quantos e quantas, depois do curso presencial, estão atuando nas diferentes realidades. Os dois círculos garantem a unidade de um fecundo processo formativo.

 

Como nos testemunhou Pe. Comblin, com a sua reflexão e prática pedagógica, a Escola é acolhedora de todas as vocações vividas por seus alunos e alunas, acolhe pessoas de diferentes idades e de diferentes níveis de aprendizado e de conhecimento, e de diferentes confissões religiosas. Outros aspectos da identidade e da metodologia desta Escola estão no documento acima colocado, aprovado pela Assembleia das Escolas.

 

No Site; www.teologianordeste.net encontram-se mais informações clicando em Escola de Formação Missionária, faixa verde na página inicial. No Site encontram-se também muitos textos e subsídios para o estudo.